A IFC / COBRECOM é uma empresa nacional, fundada na década de 90 na cidade de Itu-SP, conta com uma equipe altamente especializada e treinada para a fabricação de fios e cabos elétricos de cobre para baixa tensão que são vendidos.

cobrecom

Hoje com duas unidades fabris totalizando 35.000m² (Itu-SP e Três Lagoas – MS) e uma fundição de cobre para seu próprio consumo, a IFC / COBRECOM possui uma larga experiência na fabricação de fios e cabos de energia para baixa tensão. Com um moderno parque fabril, equipamentos de última geração e alta tecnologia para fabricação de fios e cabos de cobre, a IFC / COBRECOM esta preparada para suprir as necessidades do mercado e atenta a desenvolvimento de novos produtos. Nossos produtos são reconhecidos pela excelente qualidade e pelos rígidos padrões de seleção de matérias primas utilizadas no processo fabril. Sempre inovando, conta com atualizados processos de produção, mão de obra treinada e especializada no seu segmento, reconhecidos com as certificações dos produtos e do sistema da qualidade, ISO 9001-2008, pelos organismos certificadores CEPEL e SGS. A COBRECOM é a escolha perfeita quando se fala em qualidade, confiabilidade e custo-benefício.

Cabos Flexiveis – Cobrecom

  • Descrição: Para tensões nominais até 450/750 V, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 4,5 ou 6 (flexível), isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR NM-247-3 e NBR NM 280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados para instalações elétricas internas, industriais, comerciais e residenciais de luz e força, embutidos em eletrodutos, bandejas ou canaletas, aparelhos de iluminação, painéis de comando e sinalização.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 2, isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B), e cobertura de policloreto de vilina (PVC), tipo ST1, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR 7288, NBR 6251 da ABNT e NBR NM 280 da ABNT
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia para tensões até 1000 V, em eletrodutos, bandejas, canaletas e dutos subterrâneos.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classes 4 e 5 (flexível), as veias são isoladas com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/F para 70ºC torcidas entre si, formando o núcleo, a cobertura extrudada com policloreto de vilina (PVC), tipo ST1, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: Requisitos do produto – NBR 7288 e NBR 6251 da ABNT. Formação do condutor e Resistência elétrica – NBR NM-280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia elétrica para tensões até 1 kV, nas instalações fixas comerciais, residenciais e industriais que requeiram flexibilidade nas instalações de painéis, caixas de derivação etc.
  • Descrição: Para tensões nominais de até 750 V, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 4 (flexíveis).
  • Isolação: Isolação em composto termoplástico poliolefinico não halogenado (70°C), com características especiais como a não propagação e autoextinção do fogo, a baixa emissão de fumaça e gases tóxicos.
  • Aplicação: São recomendados especialmente para instalações em locais de aglomeração de pessoas tais como: hospitais, teatros, cinemas, áreas comuns em shopping centers, escolas, etc., edificios comerciais e residenciais quando instalados em linhas aparentes ou em condutos abertos.
  • Normas básicas aplicáveis: NBR 13248: Cabos de potência e controle e condutores isolados sem cobertura, com isolação extrudada e com baixa emissão de fumaça para tensões até 1kV. NBR NM 280: Condutores de cobre mole para fios e cabos isolados. Instalação de acordo com NBR 5410.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classes 5 e 6 (flexíveis), isolado com composto termofixo Etileno Propileno (HEPR), tipo alto módulo para 90ºC e Cobertura de policloreto de vilina (PVC), tipo ST2, antichama.
  • Normas básicas aplicáveis: Requisitos do produto – NBR 7286 da ABNT. (Cabos de potência com isolação sólida extrudada em borracha Etileno Propileno (HEPR) para tensões de até 1kV. Formação do condutor e Resistência elétrica – NBR NM-280 da ABNT/Mercosul. Norma de Instalação – NBR 5410 da ABNT.
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia, em instalações industriais, residenciais, subestações de transformação, ao ar livre ou subterrâneas em locais de excessiva umidade ou diretamente enterradas no chão, em eletrodutos, bandejas, canaletas.

Cabos Rigidos – Cobrecom

  • Descrição: Para tensões nominais até 450/750 V, formado por fio de cobre nu, eletrolítico, classe 1, têmpera mole, isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR NM-247-3 e NBR NM 280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados para instalações internas fixas, industriais, comerciais e residenciais de luz e força, embutidos em eletrodutos, bandejas ou canaletas.
  • Descrição: Para tensões nominais até 450/750 V, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 2, isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR NM-247-3 e NBR NM 280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados para instalações internas fixas, industriais, comerciais e residenciais de luz e força, embutidos em eletrodutos, bandejas ou canaletas.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 2, isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B), e cobertura de policloreto de vilina (PVC), tipo ST1, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR 7288, NBR 6251 da ABNT e NBR NM 280 da ABNT
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia para tensões até 1000 V, em eletrodutos, bandejas, canaletas e dutos subterrâneos.

Cabos Flexiveis – Cobrecom

  • Descrição: Para tensões nominais até 450/750 V, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 4,5 ou 6 (flexível), isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR NM-247-3 e NBR NM 280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados para instalações elétricas internas, industriais, comerciais e residenciais de luz e força, embutidos em eletrodutos, bandejas ou canaletas, aparelhos de iluminação, painéis de comando e sinalização.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 2, isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B), e cobertura de policloreto de vilina (PVC), tipo ST1, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR 7288, NBR 6251 da ABNT e NBR NM 280 da ABNT
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia para tensões até 1000 V, em eletrodutos, bandejas, canaletas e dutos subterrâneos.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classes 4 e 5 (flexível), as veias são isoladas com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/F para 70ºC torcidas entre si, formando o núcleo, a cobertura extrudada com policloreto de vilina (PVC), tipo ST1, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: Requisitos do produto – NBR 7288 e NBR 6251 da ABNT. Formação do condutor e Resistência elétrica – NBR NM-280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia elétrica para tensões até 1 kV, nas instalações fixas comerciais, residenciais e industriais que requeiram flexibilidade nas instalações de painéis, caixas de derivação etc.
  • Descrição: Para tensões nominais de até 750 V, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 4 (flexíveis).
  • Isolação: Isolação em composto termoplástico poliolefinico não halogenado (70°C), com características especiais como a não propagação e autoextinção do fogo, a baixa emissão de fumaça e gases tóxicos.
  • Aplicação: São recomendados especialmente para instalações em locais de aglomeração de pessoas tais como: hospitais, teatros, cinemas, áreas comuns em shopping centers, escolas, etc., edificios comerciais e residenciais quando instalados em linhas aparentes ou em condutos abertos.
  • Normas básicas aplicáveis: NBR 13248: Cabos de potência e controle e condutores isolados sem cobertura, com isolação extrudada e com baixa emissão de fumaça para tensões até 1kV. NBR NM 280: Condutores de cobre mole para fios e cabos isolados. Instalação de acordo com NBR 5410.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classes 5 e 6 (flexíveis), isolado com composto termofixo Etileno Propileno (HEPR), tipo alto módulo para 90ºC e Cobertura de policloreto de vilina (PVC), tipo ST2, antichama.
  • Normas básicas aplicáveis: Requisitos do produto – NBR 7286 da ABNT. (Cabos de potência com isolação sólida extrudada em borracha Etileno Propileno (HEPR) para tensões de até 1kV. Formação do condutor e Resistência elétrica – NBR NM-280 da ABNT/Mercosul. Norma de Instalação – NBR 5410 da ABNT.
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia, em instalações industriais, residenciais, subestações de transformação, ao ar livre ou subterrâneas em locais de excessiva umidade ou diretamente enterradas no chão, em eletrodutos, bandejas, canaletas.

Cabos Flexiveis – Cobrecom

  • Descrição: Para tensões nominais até 450/750 V, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 4,5 ou 6 (flexível), isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR NM-247-3 e NBR NM 280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados para instalações elétricas internas, industriais, comerciais e residenciais de luz e força, embutidos em eletrodutos, bandejas ou canaletas, aparelhos de iluminação, painéis de comando e sinalização.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 2, isolado com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/A para 70°C, antichama (BWF-B), e cobertura de policloreto de vilina (PVC), tipo ST1, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: NBR 7288, NBR 6251 da ABNT e NBR NM 280 da ABNT
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia para tensões até 1000 V, em eletrodutos, bandejas, canaletas e dutos subterrâneos.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classes 4 e 5 (flexível), as veias são isoladas com policloreto de vilina (PVC), tipo PVC/F para 70ºC torcidas entre si, formando o núcleo, a cobertura extrudada com policloreto de vilina (PVC), tipo ST1, antichama (BWF-B).
  • Normas básicas aplicáveis: Requisitos do produto – NBR 7288 e NBR 6251 da ABNT. Formação do condutor e Resistência elétrica – NBR NM-280 da ABNT/Mercosul.
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia elétrica para tensões até 1 kV, nas instalações fixas comerciais, residenciais e industriais que requeiram flexibilidade nas instalações de painéis, caixas de derivação etc.
  • Descrição: Para tensões nominais de até 750 V, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classe 4 (flexíveis).
  • Isolação: Isolação em composto termoplástico poliolefinico não halogenado (70°C), com características especiais como a não propagação e autoextinção do fogo, a baixa emissão de fumaça e gases tóxicos.
  • Aplicação: São recomendados especialmente para instalações em locais de aglomeração de pessoas tais como: hospitais, teatros, cinemas, áreas comuns em shopping centers, escolas, etc., edificios comerciais e residenciais quando instalados em linhas aparentes ou em condutos abertos.
  • Normas básicas aplicáveis: NBR 13248: Cabos de potência e controle e condutores isolados sem cobertura, com isolação extrudada e com baixa emissão de fumaça para tensões até 1kV. NBR NM 280: Condutores de cobre mole para fios e cabos isolados. Instalação de acordo com NBR 5410.
  • Descrição: Para tensões nominais até 0,6/1 kV, formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole, encordoamento classes 5 e 6 (flexíveis), isolado com composto termofixo Etileno Propileno (HEPR), tipo alto módulo para 90ºC e Cobertura de policloreto de vilina (PVC), tipo ST2, antichama.
  • Normas básicas aplicáveis: Requisitos do produto – NBR 7286 da ABNT. (Cabos de potência com isolação sólida extrudada em borracha Etileno Propileno (HEPR) para tensões de até 1kV. Formação do condutor e Resistência elétrica – NBR NM-280 da ABNT/Mercosul. Norma de Instalação – NBR 5410 da ABNT.
  • Aplicação: São indicados nos circuitos de alimentação e distribuição de energia, em instalações industriais, residenciais, subestações de transformação, ao ar livre ou subterrâneas em locais de excessiva umidade ou diretamente enterradas no chão, em eletrodutos, bandejas, canaletas.